sábado, 16 de fevereiro de 2008

À Paris!


Hoje encontrei o Itajubá, e fomos em 4 a Paris: Eu, Douglas e Samuel, os 3 polytechniciens, além do guia Marcos Itajubá, o Paulo, que nos levou comer o tal do melhor crêpe da cidade, que lembra muito o Black Dog em São Paulo, na época em que ainda era bom. Ele nos levou em alguns pontos turísticos também, mas isso dá pra ver pelas fotos!

Paris é imbatível...


Segunda-feira começam as aulas de francês, eu fui classificado no nível B1 (de quatro níveis disponíveis, o terceiro, onde o primeiro é pra quem não sabe nada). Ontem andamos conhecendo alguns dos estrangeiros que já estavam aí há 4 meses, sobretudo umas chinesas bonitinhas... Chineses, russos, vietnamitas, indianos e afins, esse povo vem 4 meses antes porque aprender francês é muito mais difícil para eles. Mesmo assim, na média, já estão no nível B1, o mesmo que o meu, depois desses 4 meses de intensivo!

É, não tem jeito melhor de aprender uma língua.

Aliás, como já tem um monte de fotos e eu estou com uma preguiça danada, a crônica de hoje não está em tirinha. Foi assim:

francesa gata - Oi, eu sou a sua madrinha aqui na escola. Minha função é te ajudar com qualquer coisa que você estiver precisando.
eu - Puxa, legal! Maravilha!
francesa gata - Este formulário diz que você é italiano. Estou fazendo aulas e estou louca para treinar o meu italiano com você!
eu - Hum... Existe algo que você precisa saber...

Um comentário:

ouvitudo! disse...

continuacao...
francesa gata - o que?
eu - im your father! shhh